7 de dezembro de 2008

caminhos.




caminhei pela noite, trocando os passos na rua com calçadas e pedras altas. caminhei pela noite, no trilho do trem, equilibrando os desejos versus os sentimentos ruins. caminhei pela noite, segurada pela garrafa e pelo copo.caminhei pela noite, com o cheiro do peixe, do porto, da cidade. caminhei com o calor da cidade, em uma das noites de verão. caminhei olhando para a frente e trocando passos com as lembranças. caminhei com cabelo atrapalhando o sorriso e escondendo o olhar vago. caminhei entre seus braços vazios e a rua cheia. dancei pensamentos, risos e tristezas. e resolvi voltar a caminhar. e caminhei o sufuciente para ser mordida...pelo diabo.

3 comentários:

Cayetano Delaura disse...

E o anjo quase quebrou a asa de tanto rir?

Isaac disse...

Dengo,
Volte a postar aqui, vá?

gosto tanto de te ler.

um dia vou escrever em sua pele.
Ahhh! se vou! :*

Isaac disse...

Dengo,
Volte a postar aqui, vá?

gosto tanto de te ler.

um dia vou escrever em sua pele.
Ahhh! se vou! :*